Real Time Marketing: Entrevista com Rodrigo Gameiro (Coca-Cola)


Entrevista com Rodrigo Gameiro, Gerente de conteúdo em RTM da Coca-Cola Brasil, para bater um papo sobre a área, o mercado e a profissão.

Bio: Rodrigo Gameiro é formado em Jornalismo pela PUC-Rio, começou sua carreira profissional trabalhando na indústria de Cinema. Após algum tempo aprendendo a contar histórias com imagens, passou a criar seus próprios filmes. Estabeleceu sua casa na produtora Killers, em São Paulo. Neste período, experimentou o ofício de contar histórias com documentários, videoclipes e publicidades. Em novembro de 2011 foi convidado para integrar o time de Marketing da Coca-Cola Brasil, como o Head de produção de Foto, Filme e Música. Alguns anos e algumas posições depois, hoje é responsável por planejar o Conteúdo em Real Time da empresa. Neste meio tempo liderou a comunicação de marcas como Coca-Cola, Sprite, Fanta, Kuat e Schweppes. Sente orgulho de ter planejado a primeira campanha Real Time para TV do Brasil, quando a Coca-Cola veiculou um comercial novo e contextualizado para cada jogo da Seleção Brasileira, durante a Copa do Mundo da Fifa de 2014.

1. Rodrigo, Qual a definição do Real-Time Marketing?

Real Time Marketing é a forma de se fazer comunicação de marcas se relacionando diretamente ao contexto. Ou seja, é aquela comunicação de marca que dialoga com o presente, com o aqui e agora.

2. E como o RTM atua mediante a situações que movimentem a web ou memes?

A Coca-Cola tem uma estrutura de monitoramento para acompanhar as campanhas. Com frequência o time se reúne para olhar para os acontecimentos, as tendências e conversas do momento, as chamadas rotinas. Toda vez que enxergamos uma oportunidade, o time conversa cuidadosamente e caso a gente conclua que há algo relevante para a marca (e para as pessoas que gostam da marca) participar da conversa, entramos no loop do diálogo.

(Interação em tempo real da Coca-Cola com usuários do Twitter/Jul 2014)

3. Quais os desafios de se trabalhar com RTM?

Atualmente, a internet tem um fluxo interminável de assuntos. Todo dia acontece algo novo que chama a atenção do mundo. O grande desafio de trabalhar neste cenário é não cair na armadilha de tentar interagir com tudo o que está acontecendo. Parece simples, mas é uma meta difícil de ser cumprida. Durante a intensidade do dia-a-dia, estas “oportunidades” quase sempre mexem com o entusiasmo criativo do time, que encontra respostas incríveis para os assuntos que estão movimentando a web. É muito difícil jogar ideias boas fora, não é uma decisão fácil de ser tomada. Drummond dizia que escrever é a arte de cortar palavras. Me desculpe pela comparação, mas talvez trabalhar com Real Time Marketing seja a arte de cortar conversas e focar nas boas ideias que se respondam aos eventos relevantes para o propósito da marca.

4. Quais as áreas de estudo, livros e dicas para quem deseja trabalhar com RTM?

Por ser uma prática relativamente nova, não encontramos muita literatura sobre o assunto. A nossa base de estudo foi fazer um mash up das crenças de Marketing da Coca-Cola com a forma de trabalhar de referências em “Real Time” já existentes . Por exemplo, o jornalismo foi uma grande referência para nós. Olhamos para um modelo de trabalho que desde o início do século passado faz rotinas como reuniões de pauta. Todos da equipe se reúnem ao redor de uma grande mesa para discutir os acontecimentos e tomar a decisão de o que vale a pena ser publicado e o que não vale. Após o término da reunião, os repórteres saem com um direcionamento claro de como retratar os fatos. O resultado disto é que em menos de 12 horas a notícia está impressa em papel na mão dos leitores. O jornalismo foi um modelo e fonte de inspiração para executar comunicação em Real Time. Posso dizer que hoje trabalhamos em um formato muito parecido com este desenvolvido pela imprensa há mais de 100 anos.

Por fim, é importante ressaltar que o RTM só é eficaz enquanto comunicação estratégica se estiver em total sinergia com os valores, posicionamento e visão da marca, e deve ser trabalhado de forma adequada para reforçar a presença dela na vida das pessoas.

ÚRSULA KOPKE – Fonte: ursulakopke.svbtle.com



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *